As diretoras do SINJUSC, Carolina Rodrigues Costa, Ellen Pereira e Cristiane Müller, com o presidente do TJSC, Des. Francisco de Oliveira Neto.

Data-base, Mesa Permanente de Negociação, pagamento dos plantões e pré-pauta da Campanha Salarial

Em reunião com a diretoria do SINJUSC nesta quarta, dia 3 de abril, o presidente do TJSC, Des. Francisco de Oliveira Neto, disse que historicamente o Órgão Especial tem aprovado a reposição da inflação para o conjunto das trabalhadoras e dos trabalhadores do judiciário catarinense.

Além disso, Francisco apresentou os interlocutores que vão representar a administração na Mesa Permanente de Negociação com a diretoria do Sindicato: o Diretor-Geral Administrativo, Alexsandro Postali, e a Assessora de Relações Institucionais do Gabinete da Presidência, Mariana Mafra Carlini.

A regularização do pagamento dos plantões atrasados desde o final do ano passado, a partir da folha de pagamento deste mês de abril, também foi mencionada na reunião. A Instrução Normativa DGP nº 1 foi publicada no Diário da Justiça de terça, dia 2 de abril, estabelecendo os procedimentos para opção e gozo de folgas ou para pagamento em retribuição pelo plantão.

Para a presidenta do SINJUSC, Carolina Rodrigues Costa, “na conversa de hoje percebemos que o desembargador Francisco tem pontos de vista semelhantes aos da categoria, como por exemplo em relação ao incentivo à formação, valorização do diálogo e respeito aos processos democraticamente constituídos”.

DIRETORIA ENTREGA PRÉ-PAUTA AO PRESIDENTE DO TJSC

Carolina durante reunião do Conselho com mais de 50 diretores e representantes de base na terça, dia 2 de abril

Carolina entregou uma pré-pauta nas mãos do desembargador presidente com o objetivo de dar celeridade ao processo negocial, mas a pauta integral da Campanha Salarial 2024 só será aprovada no próximo dia 23 de abril em assembleia geral da categoria.

A pré-pauta lista 5 pontos que foram consensuados na diretoria e no conselho de representantes do SINJUSC: ganho real, adicional de qualificação, equiparação do auxílio médico-social, ampliação das despesas cobertas pelo auxílio-saúde e auxílio-educação.

52 comentários

  1. Boa tarde! De início agradeço o esforço do Sindicato em prol da melhoria dos servidores.
    Gostaria de saber se ao menos informalmente foi repassada alguma notícia sobre o pagamento do atrasado das promoções, já que na notícia nada foi falado sobre isso e se trata de grande interesse dos servidores.
    Desde já agradeço.

    • Opa Lucas, por enquanto não. Mas a expectativa com a retomada da Mesa de Negociação é ter notícias em breve!

  2. E os atrasados de promoções gente? É importante avançarmos em pauta mas há valores ficando para trás..

    • Segue sendo demandado pela direção do SINJUSC! Não vai ficar pra trás Daniel, i que precisamos e seguir cobrando e mobilizando!

  3. Amei a proposta do sindicato da criação de um adicional de qualificação! Show!!! Na torcida pela implantação!

      • Olá Thiago, o adicional de qualificação proposto pelo Conselho de Representantes de Base do SINJUSC é uma retribuição monetária pela qualificação profissional (graduação, pós, mestrado, doutorado e etc) das trabalhadoras e dos trabalhadores do judiciário catarinense nas áreas de atuação e necessidade do TJSC.

    • Vai pra Mesa novamente Kátia! É lá que se cobra a implementação do que já foi conquistado e se pauta as outras demandas!

    • Ainda não Samira, nossa expectativa e ter avanços sobre isso em breve, agora que a Mesa de Negociação será retomada!

    • Olá Rodrigo, só porque uma demanda não foi citada no material, não quer dizer que não está sendo cobrada! Já avançamos na quebra e agora vem o pagamento do plantão! Vai chegar a hora das promoções!

    • Estão sendo cobrados Hérica. Aliás a Mesa Permanente também servirá para isso. Mas lembre-se que a quebra já está na folha e agora em abril vem o pagamento dos plantões. Vamos avançando nas implementações dos direitos conquistados no último período!

      • E pra quem não recebeu nem quebra, e nem faz plantão, nem tem cargo de DASU, nem GANS, nem nada?

        • Leia a matéria até o final, Márcia. A pré-pauta entregue tem itens que comtemplam todas e todos. Além disso, no dia 23 de abril tem assembleia geral e você vai poder sugerir aquilo que acha que deve fazer parte da Campanha Salarial 2024!

  4. Então abril vem aumento para alguns e outros ficam sem,eu achei que vinha algo para quem e apoio administrativo só o nome mudou porque nunca ganhei a mais ,ficou igual agente de serviços gerais.

    • Não é aumento Kátia, é o justo pagamento por muitas horas ininterruptas de trabalho para servir à população que tanto precisa. Conquista recente da categoria que passou vários anos na luta sofrendo sobrecarga nos plantões, sem remuneração!

    • É o que a diretoria do SINJUSC sempre pergunta para os representantes da administração, João!

  5. Poxa, se esse adicional de qualificação for criado vai ser a salvação, porém precisa ser cumulado com a GNS ou GANS que o servidor tenha né, do contrário vai ser elas por elas. Além do ganho real, acho que essa deve ser uma pauta prioritária.

    • Pois é Adriano, é o que eu disse em várias ocasiões já. Que venha pra somar aos nossos vencimentos (com a lenda GANS tbm). Pq o TJ adora criar exceções à regra… adora uma letra miúda. Igual aquelas letras que aparecem nas propagandas.

      • Com todo o respeito a sua opinião Márcia, a Gans não é “lenda”, é Lei, e a diretoria do SINJUSC vai continuar insistindo na implementação.

        • O Sinjusc tinha é que pedir a cumulação da GNS com a GANS para aqueles que já tinham direito adquirido. O fato gerador de cada uma é distinto, uma pra formados outra para legalizar a disfunção. Não fez sentido nenhum a extinção promovida pelo TJ. No processo de atualização da lei (nova) que o TJ criou isso certamente precisa entrar na pauta dos debates. Até porque sabemos que o TJ não quer pagar a GANS pra ninguém mesmo.

          • Olá Adriano, a sua observação será levada ao conhecimento da diretoria, mas aconselho você a participar da assembleia do próximo dia 23 para colaborar com a construção da pauta como um todo!

  6. Verdade Márcia vamos esperar ate maio mais acho que vão receber somente quem tem plantão ,eu nunca tive , e nada da disfunção anos tudo parado mais vamos esperar.

    • A gente entende a impaciência Marcus, mas foi um gesto importante do presidente do Tribunal receber a diretoria do SINJUSC e nomear os interlocutores da Mesa. É o acumulo dessas pequenas conquistas que nos levam a grandes vitórias.

    • Tem assembleia para aprovar a pauta de reivindicações da Campanha Salarial deste ano no próximo dia 23 de abril, Kátia. Participe!

  7. Colegas é muito importante todos participarem da assembleia geral dia 23 de abril. Não adianta reclamar q o TJ nunca atende nossas reivindicações se a gente não se mobiliza. Quanto mais servidores participarem da assembleia, mais o TJ vai nos ouvir. Então gente boa bora lá se inscrever e convidar os colegas a participarem tb. A assembleia é virtual as pessoas podem participar de qq lugar.

    • Parabéns pelo comentário sensato! Participação e reivindicação fazem parte do processo. E é um processo…

  8. Parabéns ao sinjusc, sempre empenhado em melhorias para a categoria, espero que tenhamos vitórias, principalmente para os aposentados na equiparação médico social,que é o que nos resta para receber algum aumento significativo 🙌

  9. Pois então… se é certo que vai haver esse ganho-real de 5% na Alesc, é esse argumento que tem que ser utilizado e batido de frente, pra enfrentar qualquer negativa da Administração com relação a isso. Se pode pra eles, por quê não pode para nós?

  10. A ALESC acaba de aprovar aumento de salário de quase 16% para os servidores e professores da UDESC e em 36% no vale alimentação. Se o TJ quiser dá aumento real sim, basta querer…

    • Certo Mário, mas os 15,17% se referem ao reajuste da inflação que o pessoal da UDESC estava sem receber desde 2020 e o vale-alimentação deles saiu de quase R$ 600 para pouco mais de R$ 800, nesse caso, sem reajuste desde 2016. O ganho real está na pré-pauta do SINJUSC e existem outras informações que apoiam o pleito da categoria de maneira mais contundente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *