URV: SINJUSC orienta categoria a seguir mobilizada e manter os pés no chão

A declaração do 1° Vice-presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Desembargador Altamiro de Oliveira, durante a abertura do 9°Congresso do SINJUSC (26/05), aumentou ainda mais as expectativas das trabalhadoras e dos trabalhadores do judiciário catarinense em relação a uma solução negociada para o pagamento da URV.

O Desembargador disse ter certeza de que nesta semana que marca o início do mês de junho, o Tribunal vai formular uma proposta para a URV. A direção do SINJUSC espera que a segunda rodada de negociação seja marcada em breve.

Veja fala do magistrado durante o 9º Congresso|

De acordo com o presidente do Sindicato, Neto Puerta, “a categoria tem que seguir mobilizada e com os pés no chão para analisar, com serenidade, a proposta que o Tribunal deve apresentar. Teremos, na sequência, uma assembleia para discutir o assunto e é preciso conter um pouco da ansiedade que a proximidade de uma conquista histórica como esta acaba gerando”.

Altamiro falou também que o Tribunal vai pagar o retroativo da data-base de 2021 e só não fez ainda a contagem do período da LC 173 – maio de 2020 a dezembro de 2021 – para os triênios por causa daquilo que chamou de “problema técnico com o Tribunal de Contas”, mas garantiu que a questão será resolvida.

GRAVAÇÃO DO 9º CONGRESSO DO SINJUSC|

Para ver toda a transmissão do 9º Congresso do SINJUSC, clique aqui e acesse o canal do SINJUSC no youtube.

Tribunal responde ofício do SINJUSC sobre negociação da URV

SINJUSC segue de olho enquanto TJSC faz contas da URV

Mobilização pelas Comarcas se expande e URV é prioridade

SINJUSC cria hotsite sobre a luta pela URV

18 Comentários

  1. É preciso entender que qualquer conquista nesse tema já vai ser uma vitória tremenda. Se tiver que deixar os anéis pra ficar com os dedos que seja. Só não podemos perder a oportunidade de conquistar alguma coisa em um assunto que já estávamos quase perdendo todas as esperanças.

  2. Perfeito, Rodrigo! Já nem havia mais expectativas com relação à URV há algum tempo. E há de se parabenizar, portanto, esse “timaço” de advogados que conduziram o processo junto ao Sinjusc, pelo sucesso que viremos a obter em breve, seja do tamanho que for.
    Mas, claro, vamos torcer que a informação do colega Almir seja de algum “rádio corredor” confiável!

  3. Penso que a proposta terá que ser analisada com muita calma. Quanto aos retroativos, acho q não vão simplesmente “não pagar”. MAs certamente irão diminuir o tempo de pagamento (não desde 1994), e, logicamente, pagar aos poucos…. vamos aguardar e pensar muito bem, pra não perder a chance de receber esse nosso direito!

  4. entendo.que.os.atrasados.tem.q.ser.pagos.sim…..pois.é.uma.questão.de.direito…….a.forma.como.vai.ser.paga.pode.ser.discutida……agora…..nao.pagar.um.direito.liquido.e.certo.nao.é.aceitavel…..

    • Prezados Cláudio com esse pensamento não ganharemos é nada…. Espero que coloquem a mão na consciência senão ficaremos sem nada…

  5. Boa tarde! Quanto ao pagamento das promoções? Há alguma informação? Salvo engano, último pagamento se deu em fevereiro..

  6. Vamos ser otimistas!!! o que vier é bom, mas qto mais melhor, já que é um direito nosso.
    Pensamentos positivos, fazem parte de uma conquista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *