SINJUSC solicita apoio da OAB/SC aos projetos dos trabalhadores do judiciário

Presidente da OAB/SC, Paulo Brincas, e direção do SINJUSC

A direção do Sindicato se reuniu na tarde desta segunda-feira (21/05) com o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), Seccional de Santa Catarina, Paulo Brincas. O encontro visou solicitar apoio da OAB/SC aos pleitos dos trabalhadores do Poder Judiciário catarinense. Ele afirmou que irá estudar os projetos e, desde já, manifestou ser contrário à retirada de R$ 300 do auxílio-alimentação da categoria.

A falta de trabalhadores também foi tratado no encontro. O Presidente da OAB/SC salientou a dificuldade para a advocacia catarinense por conta da falta de pessoas nos cartórios no primeiro grau. Ele já havia se pronunciado publicamente, no início deste ano, afirmando que a situação era caótica. A direção do SINJUSC confirmou que faz muitos anos que o Tribunal de Justiça não realiza concurso e, quando faz, chama poucos, insuficientes sequer para repor o quadro de quem se aposentou. O concurso atual, por exemplo, abriu apenas 26 vagas, mesmo com mais de 550 vagas desocupadas.

O SINJUSC atua em várias frentes em prol da categoria. A prioridade é manter os R$ 300 e evitar o corte no salário, que visa cobrir os gastos com 462 novos comissionados. Hoje já se conseguiu o apoio do Presidente da OAB/SC nesta causa. A direção do Sindicato convoca todos os trabalhadores e trabalhadoras a se reunirem nesta semana em suas comarcas para discutirem o assunto entre seus colegas e se mobilizarem com os Deputados de cada região explicando que o dinheiro para os cargos em comissão do PLC 14.2/2018 será feito com o corte do salário. Em cada atendimento nos fóruns, os trabalhadores devem buscar apoio de advogados, magistrados, promotores, partes e cidadãos. Não podemos ficar calados e assistir a retirada de nossos vencimentos.

Juntos somos mais fortes!

Direção do SINJUSC e Presidente da OAB/SC, Paulo Brincas
Direção do SINJUSC e Presidente da OAB/SC, Paulo Brincas
Direção do SINJUSC e Presidente da OAB/SC, Paulo Brincas

Um comentário

  1. Dado histórico: Todas as vitórias reais da classe trabalhadora sobre os patrões foi com muita luta, sangue e sacrifício. Não existe atalho para chegar a essas conquistas. Perderam tempo em ir fazer pedido para OAB. É perca de tempo fazer pedido a qualquer instituição. Conquistas trabalhistas são conquistas que precedem sangue, suoer e lágrima. A forma de vocês atuarem parece que estão rezando para os deuses atenderem seus pedidos. Enquanto um sindicato entrar no jogo dos patrões, o resultado vai ser sempre o mesmo e às vezes negativo, como a perca dos R$ 300,00.
    Saudações,
    Kelson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *