SINJUSC sensibiliza TJ e entrega memoriais contra o plantão regionalizado

O SINJUSC trabalha contra o plantão regionalizado em duas frentes: recurso administrativo e trabalho de porta em porta com os magistrados e presidência do Tribunal, entregando memoriais.

Na tarde de ontem (28/07), ocorreram audiências com o 1º vice-presidente do Tribunal, desembargador Altamiro de Oliveira, com o Juiz-Corregedor Rafael Steffen da Luz Fontes e com o Secretário Jurídico da Presidência, Rafael de Mello.

Até o dia da análise do recurso, no Órgão Especial, dia 3 de agosto, o SINJUSC segue trabalho de articulação nos gabinetes dos magistrados que compõem o órgão.

Aos magistrados e Administração do TJSC está sendo entregue um documento com a análise feita a partir dos relatos da categoria. Há apontamentos acerca da inviabilidade, sobrecarga, ausência de remuneração, entre outros. Veja aqui o ofício.

Em resumo e para reforçar, a defesa do SINJUSC continua sendo a mesma: remuneração do plantão (inclusive os passivos) e debate amplo e aberto com população, servidores e sindicato, sobre os impactos à prestação jurisdicional e na saúde do servidor (sobrecarga de atividades).

O plantão regionalizado está suspenso desde o início de 2020, quando o Tribunal acatou recurso administrativo do Sindicato. Agora, o Tribunal abriu novo processo, e o SINJUSC entrou com novo recurso.

SINJUSC CONVOCA PARA MOBILIZAÇÃO CONTRA|
O SINJUSC convoca a categoria para mobilização contra as mudanças e pede que os servidores enviem fotos com cartazes, com os seguintes dizeres: #PlantãoRegionalizadoNÃO. Os registros podem ser enviados para ao WhatsApp da Comunicação do Sindicato (48) 9.9642-7495. Veja abaixo chamado do presidente do SINJUSC, Neto Puerta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *