Sinjusc e Presidente do TJSC negociam pauta da categoria

Na tarde desta quinta-feira, a diretoria do SINJUSC, acompanhada da categoria, reuniu-se com o Presidente Des. Rodrigo Collaço para dar andamento nas negociações. Ainda neste mês haverá nova rodada de negociação para os assuntos que ficaram pendentes.

Férias e licença prêmio

Está confirmado o pagamento/indenização para todos que requerer até o dia 16/08/19, em parcela única, na folha suplementar do mês de agosto.

Auxílio-alimentação

Sobre a reposição de 23% no auxílio-alimentação, o Presidente não apresentou dados concretos e propôs alternativas que serão negociadas na próxima reunião até o final do mês do agosto.

Plantão

O Sindicato expôs o resultado da pesquisa feita com a categoria que refutou a regionalização e deseja a remuneração pela atividade exercida, independentemente do pagamento de diária. O assunto será levado a todos os Desembargadores que compõem o Conselho da Magistratura.

Quebra do Limitador

Considerando que o E-proc será implementado em todas as Comarcas até o final do ano, juntamente com a migração dos processos do SAJ, o Sindicato apresentou a posição da categoria sobre a urgência da quebra do limitador. Neste ponto, a Presidência informou que ficará para a próxima gestão.

Oficiais e Comissários da Infância e Juventude

Sobre a injustiça da inclusão dos comissário do Risco de Vida, o Presidente afirmou que não havia menção expressa aos Comissários na ação ganha pelo SINJUSC de 2015, já transitada em julgado. Com isso, a solução ocorrerá via judicial, conforme deliberado em assembleia.

Assistentes Sociais

O SINJUSC cobrou o andamento no processo administrativo que versa sobre a utilização de aplicativo para o cumprimento de serviços externos por parte das Assistentes Sociais e a Presidência localizará o processo para dar andamento.

Oficiais de Justiça

A direção do Sindicato propôs revisão dos valores das diligências dos Oficiais de Justiça, bem como adequação dos casos de justiça gratuita ao novo CPC.

Saúde e Assédio Moral

O SINJUSC trouxe os casos específicos de comarcas em que os servidores estão sofrendo Assédio Moral e solicitou providências da Presidência.

Em relação à Saúde, também foi tratado sobre a necessidade de incluir o auxílio-saúde a todos, independentemente do plano de saúde (especialmente quem possui SC Saúde).

Apesar do SINJUSC ter pautado estes assuntos, o Presidente não apresentou respostas neste momento. No entanto, apontou para uma nova rodada de negociação do final mês. A questão da saúde dos servidores ganhou relevância nesta negociação, haja vista que atinge ativos e inativos.

O SINJUSC mantem a negociação com o Tribunal de Justiça aberta, sendo fundamental todos estarem mobilizados e em vigília pela pauta da categoria.

6 Comentários

  1. E o aumento para os aposentados do auxilio médico social nada…..estamos esperando…. ou vai ser abordado na próxima reunião ?

    • Olá, foi tratado sobre a necessidade de beneficiar os aposentados, mas as definições ocorrem na próxima reunião no final de agosto.

  2. Boa Tarde,

    E a Disfunção que faz um século e nada de concreto até então, caiu no esquecimento novamente?

    • Olá, Joceli. A questão da disfunção foi tratada no encontro, principalmente quando tratamos sobre a proposta de quebra do limitador.

  3. Boa Tarde, houve a reunião no final de agosto para tratar sobre o aux. alimentação? “Auxílio-alimentação Sobre a reposição de 23% no auxílio-alimentação, o Presidente não apresentou dados concretos e propôs alternativas que serão negociadas na próxima reunião até o final do mês do agosto”.
    Quais as alternativas apresentadas? Pelo visto será mais um ano sem reajuste.

    • Olá, Adwaldo. A reunião que ocorreria foi adiada pelo Presidência. A alternativa à recomposição do auxílio alimentação será o reajuste do auxílio saúde, usando a verba orçamentária que seria destinada àquele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *