Nota apoio à professora Dalila Pedrini, do Conselho Municipal de Assistência Social de Itapema

O Sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras do judiciário de Santa Catarina (SINJUSC), vem a público manifestar apoio à assistente social, Professora, Doutora Dalila Pedrini, pelo ataque violento e ilegal que sofreu enquanto Conselheira do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) de Itapema.

A participação da sociedade na elaboração de políticas públicas e no controle social deve ser valorizado e fomentado, pois dele depende o fortalecimento da democracia.

Defender o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) sempre foi ação da professora Dalila Pedrini, que atuou como vice-presidenta do CMAS. gestão 2004/2006, quando de sua criação e que continua ativa em ações de educação popular, apoio e organização da população mais vulnerável e, em risco, entre estes as pessoas em situação de rua e os imigrantes.

Não se pode aceitar seu afastamento do conselho, pois se deu à revelia da representação dos conselheiros da sociedade civil e sem os direitos constitucionais do contraditório e ampla defesa.

Não podemos permitir que o controle social seja atacado e desrespeitado dessa maneira no município de Itapema e, em nenhum outro local. Por isso, além de expressarmos nossa solidariedade à Conselheira Dalila e demais representantes da sociedade civil, esperamos que  tais atitudes arbitrárias sejam revistas e impedidas de ocorrerem.

 Florianópolis, 03 de novembro de 2021

[ESCLARECIMENTO] Grave situação no controle social em Itapema-SC: carta aberta a respeito das acusações à Profa. Dra. Dalila Pedrini e CMAS de Itapema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *