Mutirão de audiências e entrega de memoriais para barrar plantão regionalizado

O SINJUSC segue articulando e sensibilizando os magistrados membros do Órgão Especial, que analisam amanhã (03/08), às 9h, o recurso do sindicato contra o plantão regionalizado. A direção faz mutirão com reuniões presenciais  e também online.

SINJUSC volta às comarcas e mobiliza contra plantão regionalizado

O corpo jurídico do SINJUSC está presente e fará sustentação oral. O Núcleo de Comunicação do Sindicato fará disparo do link da sessão que será transmitida e convoca a categoria para acompanhar a mobilização.

SINJUSC sensibiliza TJ e entrega memoriais contra o plantão regionalizado

Nos diálogos, além de ponderar toda a problemática da resolução, que foi criada sem o devido debate e participação do sindicato, servidores, e também população, o SINJUSC sublinha a sobrecarga dos servidores, segurança dos plantonistas que vão precisar se deslocar longas distâncias, falhas estruturais que geram informalidade na operacionalização, a já debatida falta de remuneração e o pagamento de todo o passivo dos plantonistas, quem nem recebem, nem conseguem gozar os dias trabalhados, por causa do déficit de servidores. Várias são as problemáticas!

PARA BARRAR, TEM QUE LUTAR|

A situação é muito preocupante e o Sindicato está vigilante e lutando contra as mudanças, que só estão suspensas, uma vez que a regionalização tinha previsão de começar em 2020, porque o SINJUSC foi combativo com está sendo agora.

O Tribunal acatou recurso do Sindicato e suspendeu a regionalização no início de 2020. Durante esse tempo foram feitas diversas manifestações contrárias, com vigílias, atos nas comarcas, carta aberta à população, pesquisa, audiências com o Tribunal, entre outras atividades.

SINJUSC NAS COMARCAS MOBILIZA E CONVOCA PRA LUTA|

Concomitante ao trabalho de articulação no Tribunal, a direção do SINJUSC está essa semana nas comarcas em trabalho de base. Agendas acontecem em São Francisco do Sul, Araquari, Navegantes, Brusque, Balneário Camboriú, Urussanga e Lauro Muller.

O reforço na atuação vem ao encontro de acentuar à categoria que só a união e luta conquistam e mantêm direitos. O pagamento da reposição da URV, feito em julho, é o exemplo mais recente dessa dedicação entre categoria, luta sindical, representatividade e trabalho duro e de excelência. Só em 2022, o SINJUSC conquistou 34% de reposição salarial.

Conquistar é preciso, mas combater projetos/mudanças que prejudicam a categoria também é. Por isso, a ação da semana é #PlantãoRegionalizadoNÃO.

Você, servidor, também pode e dever somar: envie uma foto, segurando o segurando o cartaz #PlantãoRegionalizadoNÃO, para o WhatsApp da Comunicação do SINJUSC (48) 9.9642-7495.

Um comentário

  1. É importante o diálogo entre as partes. Uma mudança tão profunda assim precisa de um tempo maior para estruturação, capacitação e, principalmente, de recurso humano. Além disso, o trabalhador deve receber a contraprestação pela atividade desempenhada. Vamos à luta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *