Jurídico busca estratégias para minimizar os impactos da reforma da previdência

Paralelo ao trabalho de negociação com a administração do Tribunal para o avanço da campanha salarial, o departamento jurídico do SINJUSC estuda estratégias para tentar minimizar os impactos das mudanças na previdência dos servidores públicos.

Para subsidiar a direção, novos estudos foram entregues pelo matemático especialista em Previdência Social e Gestão de Fundos de Pensão pela Fundação Getúlio Vargas, Luciano Fazio.

Um dos estudos aponta as consequências da aprovação da reforma, com destaque para as regras de acesso, cálculo dos benefícios a conceder e contribuições dos aposentados e pensionistas, com exemplos e simulações. São explicadas e comentadas apenas as regras que afetam diretamente os servidores do judiciário estadual. O texto se compõe de duas secções: a primeira trata das novas regras gerais e a segunda das regras de transição.

Clique AQUI e leia o documento completo.

Dia 26/08, tem assembleia geral|

O SINJUSC convoca todos os servidores filiados para a Assembleia Geral no dia 26 de agosto, às 16h, na frente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, com transmissão e participação online via plataforma Zoom. Para fazer inscrição, clique aqui.

Na pauta: reformas, campanha salarial e estado de greve. Para acessar o edital publicado em jornal de grande circulação, clique aqui.

2 Comentários

  1. Também gostaria de saber se há alguma maneira de reverter, juridicamente pelo menos em parte essa reforma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *