URV: SINJUSC entrega decisão da assembleia ao presidente do TJ

Direção do SINJUSC em recente audiência com o Tribunal

A direção do SINUSC se reuniu nesta segunda-feira (04/07) com o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador João Henrique Blasi, e levou o a decisão da assembleia, que aprovou a incorporação de 11,98% na folha de julho e o pagamento de 5 meses de retroativo do mesmo índice aos salários pagos de fevereiro a junho de 2022. O SINJUSC também oportunizou o momento e questionou sobre os descongelamento dos triênios.

O acordo será levado para apreciação do Órgão Especial nessa quarta-feira, a partir das 9h. Por isso, o SINJUSC convoca toda a categoria para vigília no dia. A orientação é que os servidores acompanhem a transmissão online, o link será enviado por WhatsApp, e também, se puderem, que continuem enviando fotos para postagens redes. O canal para envio é o CONECTE SINJUSC.

A luta pela URV segue, sendo necessário que todos se mantenham unidos. A conquista do índice e do retroativo só foi possível com a mobilização da categoria, trabalho árduo do SINJUSC e competência jurídica dos advogados envolvidos.

A incorporação de 11,98% na folha de julho e o pagamento de 5 meses de retroativo do mesmo índice aos salários pagos de fevereiro a junho de 2022 são devidos a TODOS OS SERVIDORES: aposentados, pensionistas, ativos, servidores novos e antigos.

30 Comentários

  1. Parabéns pela conquista e pelas ações do SINJUSC em prol dos interesses da categoria.
    Entretanto, há muita dúvida sobre os honorários advocatícios a serem pagos aos advogados que atuaram na URV.
    Gostaria que o SINJUSC fizesse alguma postagem explicando, detalhadamente, como se dará esse pagamento tanto para filiados quanto para não filiados.

    • Olá, Luiz. A operacionalização do acordo ainda está sendo tratada. O próprio termo do acordo ainda está sendo construído pelas partes, o que também inclui os honorários. Mais informações serão postadas em breve.

  2. Só uma duvida então o periodo de 1994 a 2022 será apagado … …simplesmente ninguem será indenizado ? Por favor… …apenas esclareça. QUANTOS TERREMOS QUE PAGAR PARA OS ADVOGADOS? já que eles se dedicaram muitos anos nessa caus?

    Aguardo explicação detalhada pelo SINJUSC abaixo… …se não tiver uma informação eu vou me desfiliar do SINJUSC. SE DE FORMA CLARA EXPLICAR A GENTE CONTINUA NO SINJUSC

    • Olá, Antônio. O acordo foi aprovado pela categoria em assembleia. Sobre os honorários, informamos que a operacionalização do acordo ainda está sendo tratada. O próprio termo do acordo está sendo construído pelas partes, o que também inclui os honorários. Mais informações serão postadas em breve.

  3. Parabéns ao sinjusc por mais essa conquista em favor da categoria.obrigada por lutarem pela gente.e bom saber que existem pessoas que pensam principalmente pelos aposentados.
    Obrigada de coração.
    Um abraço a todos do sindicato que trabalham em conjunto para o bem estar de todos nós.

  4. Bom dia!!!
    Várias vezes aqui nesse espaço enalteci e elogiei o trabalho do SINJUSC.
    Mas, depois do que tive conhecimento ontem através do sindicato, estou um tanto quanto decepcionado.
    Acho que o slogan da campanha pela URV não condiz com a realidade.
    URV : Todos têm direito.
    Mas, nem todos vão receber os 11,98 %.
    É o caso dos servidores aposentados SEM paridade.
    E aí SINJUSC???!!!

    • Olá, Elson. Estamos avaliando essa questão. Porque os sem paridade recebem via cofre do Executivo. E nesse ano, os sem paridade já receberam 28,10% de reposição salarial. Mas estamos atentos e acompanhando!

          • O referido aumento foi proporcional ao tempo em que estava sem aumento. Quem está aposentado há dois, três anos, por exemplo, ganhou MENOS que esse percentual, e, ainda por cima, todos que ganham acima de 1 salário mínimo pagaram Previdência (Reforma da Previdência) sobre esse valor também. Até deu agonia ver tamanho desconto no contracheque.
            Bem, se os aposentados sem paridade NÃO vão receber esse aumento da URV no pagamento, também não terão esse desconto de honorários dos advogados no contracheque, obviamente.

  5. Boa tarde. Há a probabilidade deste acordo não ser aprovado pelo Órgão Especial? Se positivo, o sindicato tem algum plano “b”? Obrigado

  6. Parabéns pela conquista.
    Pelo menos receberemos, a partir de agora, o que nos é de direito.
    Mas, e os servidores que continuam se sentindo lesado?
    Afinal, muitos, estão há uma vida inteira recebendo seu salário a menor.
    E vale ressaltar que é uma quantia considerável! Muito servidor poderia estar com sua casa própria quase paga. Ou ter pago cursos, automóveis, investido de diversas formas ou simplesmente não ter passado tanto aperto!

    Esses servidores, que ainda se sentem lesados, fazem o que?

    Agradeço e parabenizo ao sinjusc por todas as vitórias em nosso nome!

    Mas ainda é um valor devido!

      • Zolhuda sim!
        É valor devido a todos!
        Eu hein!!!
        Sair desistindo??? É isso?

        Se vc recebe troco errado tb aceita em reclamar, né?
        Conformado!

  7. Parabens Sinjusc, diretores, funcionários e servidores todos! Quem muito quer nada recebe. Um exemplo marcante disso foi o caso da gratificação aos TJAs, autorizada pelo Pleno no passado, como forma de recompensar o trabalho desempenhado de nível superior, mas que não foi aprovada adiante por recusa da categoria na época, na ilusão de que poderia exigir um novo PCS em substituição. Por isso digo que estou, na minha singela opinião, satisfeito com o acordo.

  8. Pessoas, trabalhamos no judiciário… Acordo é acordo, é zefini, punto e basta!
    A decisão da assembleia do sindicato é um ponto final.
    Aos que ainda sentem lesados, procurem seus advogados e entrem com ações individuais, paguem os honorários individuais e o ônus da sucumbência. Mas preparem-se, porquanto o TJSC tem dinheiro pra levar até o STF…
    A esqueci… já há prescrição… A ação rescisória era o último suspiro da URV…

  9. Prezados,

    Foi bom e muito oportuno aproveitar o momento para questionarem sobre o descongelamento dos TRIÊNIOS.
    Qual foi a resposta que obtiveram, podem nos informar?

    • Olá, Renato. Estamos trabalhando para que seja descongelado. O Tribunal também entende que é devido o pagamento.

  10. Parabéns a toda a equipe do sinjusc e todos os filiados também, pela união, pela dedicação e conquistas!

  11. É uma pena! Dos anos que ficarão para trás. Acho que ficou bom para quem entrou no tribunal recentemente. Para quem entrou como eu em 1982 não ficou de bom tamanho não.

  12. Sinjusc, ótimo trabalho em relação à URV, parabéns! Uma dúvida, em relação ao retroativo da data-base no índice de 6,76% referente aos meses de maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro de 2021, ainda está em pauta essa questão? Há possibilidade do pagamento? Obrigado.

  13. Boa tarde!!!
    Os servidores aposentados SEM paridade receberam esse ano um reajuste de 28,10% depois de ficar quatro anos sem reajustes ( 2018 – 2019 – 2020 – 2021 ).
    Durante a campanha pela URV, foi noticiado pelo SINJUSC que todos os servidores ( ativos, aposentados com paridade, aposentados sem paridade e pensionistas ) teriam direito.
    Criou-se uma falsa esperança.
    E agora a decepção.
    Ainda tenho esperança que o SINJUSC, com a força que tem, irá acionar o Iprev, o Grupo Gestor do Governo ou a quem de direito, para que cumpram o acordo realizado com o TJ.
    Aguardamos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *