Último seminário do Ciclo pauta novas formas de organização dos trabalhadores

O seminário faz parte do ciclo “Futuro do Trabalho: perspectivas latino-americanas”, que tem o objetivo de discutir temas atuais relacionados ao trabalho na América Latina com especialistas renomados do Brasil, Argentina, Uruguai e México.

Essa é a última conferência do ciclo e será realizada na próxima quarta-feira, dia 24 de novembro, às 18h30, via transmissão on-line. Esse encontro irá debater novas formas de organização no mundo do trabalho: “Trabalhadores e trabalhadoras reinventam formas de organização.” No dia e hora marcados, basta acessar o canal do Fazendo Escola AQUI!

Através de troca de experiências, pesquisadores e representantes sindicais serão convidados a pensar sobre o refluxo do sindicalismo, novas perspectivas e ações coletivas para mobilização da classe trabalhadora no Brasil e na América Latina. Quem participa são: Márcia de Paula Leite (Conferencista), Victoria Basualdo (Conferencista) e Neto Puerta (Mediador).
Quem são:
Neto Puerta (Mediador): Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário de Santa Catarina (SINJUSC).

Márcia de Paula Leite (Conferencista): Doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Doutorado em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Realiza pesquisas na área de Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: mercados de trabalho, reestruturação produtiva, relações sociais de gênero. Foi presidente da Associação Latino-americana de Estudos do Trabalho (ALAST) no período de 2010 a 2013.

Victoria Basualdo (Conferencista): Doutora em História pela Universidade de Colúmbia, pesquisadora do Conicet, coordenadora do programa “Estudos do trabalho, movimento sindical e organização industrial” na área de Economia e Tecnologia da Flacso Argentina. Professora do Mestrado em Economia Política da Flacso. Autora de inúmeros artigos e livros, coordenou a obra “A classe trabalhadora argentina no século XX: formas de luta e organização”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *