SINJUSC nas Comarcas conscientiza sobre saúde mental

Reunião com os Colegas de Porto União e Papanduva

Retomamos essa semana as reuniões nas comarcas para debater saúde, violência moral, teletrabalho, pandemia e outras pautas. Na quinta (24/02), os diálogos aconteceram em Porto União, Papanduva e ontem (25/02), em Braço do Norte, Orleans e Lauro Muller. Na próxima semana a agenda segue e para verificar quando estaremos na sua Comarca, clique aqui.

As participações foram ótimas e essenciais para construirmos pautas afirmativas. Também formamos as Comissões de Saúde, com representantes em cada fórum. Com isso, ampliamos nossa aproximação com a base e conseguimos identificar e trabalhar a realidade das comarcas em vários aspectos na luta por melhores condições de trabalho/salário.

Um forte trabalho de conscientização sobre a saúde mental e importância da unidade está sendo feito em benefício da categoria. O ano de 2020 e agora, início de 2021, mostraram que a mobilização é pressuposto para a garantia e ampliação de direitos:

2020

Conquistamos o Direito ao pagamento da data-base – mobilizações virtuais e intenso diálogo do SINJUSC com o TJSC foram fundamentais!

Suspensão do trabalho presencial em todo o Estado – início da pandemia

Interrompemos a regionalização do plantão

Barramos a reforma da previdência estadual

Retomada dos pagamentos suspensos pela Resolução 14 (abono de permanênciaauxílio-creche, gratificação de nível superior e promoções,) 

2021

Conquistamos o pagamento da data-base de 2020

Participamos junto como TJSC da construção da resolução de combate ao assédio moral e discriminação

De novo, suspendemos a regionalização do plantão

Suspensão o atendimento presencial em todo o Estado – agravamento da pandemia

Tiramos de pauta da votação da PEC 186 (Emergencial)

Em breve, todas as comarcas receberão a direção do Sindicato. O SINJUSC é de todos nós. Participe dos encontros e dialogue sobre os interesses da categoria. Os avanços são consequência natural do melhor debate entre os próprios trabalhadores.

Diálogo Braço do Norte, Orleans e Lauro Muller

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *