SINJUSC é contra o plantão regionalizado e entrará com recurso contra as mudanças

Arquivo SINJUSC: Comarca de Imbituba

O SINJUSC reitera que é contra o plantão regionalizado e que entrará com recuso no Órgão Especial contra as mudanças aprovadas hoje (13/06), no Conselho da Magistratura. O sindicato está estudando os impactos da nova resolução, mas reforça que todas as medidas para tentar frear a regionalização serão feitas. O plantão regionalizado estava suspenso desde o início de 2020, após o Tribunal acatar recurso administrativo do SINJUSC.

Durante todo esse tempo, o SINJUSC pautou o assunto com o tribunal, trazendo os impactos negativos das alterações aos servidores e à prestação jurisdicional. Além do diálogo no tribunal, foram realizadas mobilizações nas comarcas, vigílias pelo Estado e, também, uma pesquisa com a categoria, em que 74% dos respondentes rejeitaram a proposta de regionalização, 94% consideraram a atividade arriscada e 93% disseram que queriam remuneração.

Em decisão, TJ acata pedido do SINJUSC e suspende plantão regionalizado

Adiada votação do plantão regionalizado. SINJUSC segue trabalho de conscientização com o Conselho da Magistratura

SINJUSC monitora pauta do plantão e pede retirada do processo

Pesquisa sobre plantão mostra que ampla maioria rejeita a regionalização, 94% considera a atividade arriscada e 93% quer remuneração

O plantão é um tema muito sensível aos servidores e engloba um número muito grande de pessoas. E é importante frisar: plantão é trabalho e este deve ser remunerado.

No próprio judiciário estadual pelo Brasil, os Tribunais remuneram a atividade de plantão e/ou sobreaviso, conforme já foi apresentado ao TJSC em 2019. Aqui em Santa Catarina, muitos setores e órgãos que também realizam plantão ou sobreaviso remuneram esta atividade. 

Além disso, a defesa do SINJUSC é pela saúde do servidor, remuneração do plantonista (inclusive dos passivos atrasados) e pela valorização do serviço prestado à sociedade, que seja de qualidade, acessível e gratuito.

TJ faz cálculos e valor do “estoque de plantão” é de apenas R$ 26 milhões

Luta do SINJUSC adia novamente mudanças no plantão

Implantação do Plantão Judicial Regionalizado precisa de diálogo em SC

Plantão regionalizado: Carta à População Catarinense

3 Comentários

  1. Na minha humilde opinião, a resolução da forma que foi elaborada é impraticável e extremamente desgastante ao servidor.

  2. Na minha humilde opinião( e se eu entendi bem (um servidor para 4 comarcas, Isso?), vai ter peleia de mango.

  3. O plantão regionalizado causará mais stress e problemas de saúde nos servidores, que terão que se afastar do trabalho normal para tratamento de saúde. Ninguém é robô para ficar uma semana inteira trabalhando e a disposição do Judiciário com uma carga de trabalho muito maior e sem ser remunerado. Então que continuem as coisas como estavam, que já era ruim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *