Servidores do presencial testam positivo pra Covid-19

Nos últimos dias tivemos notícias de servidores e terceirizados que positivaram para Covid-19 e estavam no trabalho no presencial. Os casos foram reportados nas Comarcas de São José, Xaxim, Blumenau e Almoxarifado do TJSC. O questionamento passe ser sobre as providências em relação aos locais.

Santa Catarina registra mais 1,8 mil casos de coronavírus; Grande Florianópolis tem o maior aumento

Microrregião de Florianópolis lidera aumento de casos de coronavírus, aponta pesquisador da UFSC

Nas conversas das reuniões regionais, vários são os relatos do despreparo da administração em conduzir o retorno. Recebemos informação de que estão ocorrendo sessões do júri sem o devido cuidado, já que as salas estão sem as placas de acrílico que a administração prometeu instalar, além de casos com número elevado de testemunhas circulando. Ou seja, os procedimentos não foram alterados como forma de preservar a vida dos servidores e população. Em outros locais, o acesso não está sendo monitorado e nem há placas de acrílico nas áreas de atendimento ou salas e trabalho, os próprios servidores que instalaram “protetores de cano e plástico”.

Desde o início da pandemia, alertamos que à Administração do TJSC deve agir enquanto poder de Estado, assumindo a responsabilidade pelas condições sanitárias e organizativas do trabalho. Meras recomendações, indicando a “criatividade” como caminho às soluções dos problemas não são atitudes de uma gestão que trabalha com as mais avançadas ferramentas de planejamento.

Seguimos dialogando com as Comarcas e formando as comissões de saúde para construirmos juntos com os servidores os encaminhamentos aos casos. Nos colocamos ao lado de todos os servidores e servidoras. Também reportaremos esses casos à Direção de Saúde e cobraremos providências.

Também orientamos aos servidores que não se coloquem em situações de riscos e nos comunique qualquer situação de novos casos e omissão do Tribunal. Além disso, mesmo que as pessoas positivados estejam bem de saúde e trabalhando em casa, que estes casos sejam reportados a diretoria de Saúde do TJSC.

2 Comentários

  1. Acho necessário averiguar se nesses locais onde surgiram casos as pessoas estão usando máscara e álcool gel o tempo todo. Mesmo por que não adianta apenas auferir a temperatura e por tratar-se de um órgão público , não usar máscara é um absurdo

  2. Essas pessoas tem que estar em trabalho remoto, em casa, pois estamos numa pandemia, e absurdo , estar dentro da instituição trabalhando presencial e correndo risco de pegar o Covid 19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *