Quem já votou para descontar ainda mais do salário no serviço público merece o seu voto agora?

Domingo, 7 de outubro, eleitores e eleitoras votam para presidente da República, senador, deputado federal, governador e deputado estadual. Na hora de apertar os botões da urna eletrônica que definem os candidatos, trabalhadores e trabalhadoras do serviço público não devem esquecer quem atuou contra.

Um dos casos de ataque aos trabalhadores e às trabalhadoras que mais chamou a atenção em Santa Catarina nos últimos anos foi o aumento da alíquota do IPREV. O desconto nos salários saltou de 11% para 14% agora em 2018. O projeto (Lei Complementar n° 662, de/12/2015) do então governador Raimundo Colombo, agora candidato ao Senado, foi aprovado às pressas por 30 deputados estaduais.

Mais de 300 trabalhadores e trabalhadoras estavam na Assembleia Legislativa naquele 10 de dezembro de 2015. Quem também estava lá era a Polícia Militar, chamada pelo então presidente da Assembleia, Gelson Merísio, candidato a governador agora. A polícia impediu as manifestações, inclusive com uso de violência.

Veja como foram os votos para retirar ainda mais dinheiro das trabalhadoras e trabalhadores e faça uma boa escolha na hora de votar domingo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *