Luta em Brasília contra o corte de salário

Em mais uma semana de luta na defesa dos Direitos do servidores, a Direção do SINJUSC está em Brasília na agenda nacional contra a reforma administrativa (PEC 32). O sindicato compõe delegação de Santa Catarina via Fórum dos Servidores Públicos de SC.

Hoje (19/10) pela manhã, houve recepção dos deputados no aeroporto; de tarde, vigília na Câmara dos Deputados e diálogos nos gabinetes. O recado foi claro: quem votar não volta. Veja abaixo programação completa.

Votação|

Ainda sem data pra ir à votação em plenário, o relatório aprovado  na Comissão Especial da Reforma Administrativa traz inúmeros prejuízos ao servidores e serviço público: redução salarial; fim da hora extra e do adicional noturno; fim da estabilidade, sem a qual o servidor fica refém de cartilha ideológica, ou até religiosa, de algum afilhado do político da vez; fim dos concursos públicos; entre outras retiradas. O SINJUSC escreveu sobre os impactos diversas vezes, releia aqui.

A luta contra a Reforma Administrativa é contínua é de todos nós! 

20 milhões é o prêmio pelo voto na PEC 32|

Mesmo com a disposição do governo em liberar emendas parlamentares de R$ 20 milhões por deputado para quem votar a favor da reforma, gerando um custo de mais de R$ 6 bilhões aos cofres públicos para aprovar a destruição dos serviços públicos, a pressão de servidores e servidoras está dando resultado.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou a interlocutores que a reforma administrativa ficará na gaveta até ocorrer mobilização dos “setores interessados” em aprová-la: o governo, que não estaria tão interessado por causa do desgaste em ano pré-eleitoral, e o mercado, que fez duras críticas ao parecer votado pela comissão especial e teria deixado de lado a proposta, na visão do deputado.

O fato é que a crise do governo, a crise social e interesses dos deputados do centrão atrás de vantagens embola a colocação da PEC em votação. Mas não só isso, a mobilização de servidores e servidoras, segundo o jornal Valor, já fez com que muitos da base aliada do governo se comprometessem com a rejeição do texto.

(Via Sintrajufe RS)

É LUTA ATÉ O FIM|

O engajamento na luta das diversas categorias de servidores e servidoras federais, estaduais e municipais poderá fazer a diferença para derrotar definitiva e totalmente a PEC 32.

Se você não enviou, envie. Se já fez, envie novamente. 

Já assinou o abaixo-assinado? Clique aqui.

Já mandou mensagem para os deputados federais eleitos por Santa Catarina? Clique aqui.

Já compartilhou nossas charges da Campanha “Chega de Mitos”? Clique aqui.

Já se informou sobre os impactos da PEC 32 nos seus direitos e no acesso ao serviço público? Clique aqui.

Não deixe que a Reforma Administrativa seja aprovada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *