Liberado o link da pesquisa de saúde. Entre e responda o questionário

A pedido do SINJUSC, e com o suporte da Seção de Sistemas de Proteção do Tribunal de Justiça, está liberada para todos e todas a pesquisa sobre saúde no Poder Judiciário catarinense. O link esteve bloqueado desde a segunda-feira, 22/10, por conta do sistema de segurança do Tribunal.

Pesquisa de Saúde – Sofrimento e Adoecimento no Trabalho do Judiciário e MPU apontará riscos psicossociais no trabalho. Participam trabalhadores (as) do judiciário federal, estadual e Ministério Público da União. O traballho é coordenado pela professora Ana Magnólia Mendes e pelo professor Emílio Facas, do Laboratório de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho da Universidade de Brasília (UnB).

Todas as respostas serão mantidas em sigilo e os dados servirão para projetos encaminhados ao Conselho Nacional de Justiça. Os Estados participantes receberão as informações compiladas e analisadas, para uso dos trabalhadores e trabalhadoras em pautas com seus respectivos Tribunais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *