Confirmada data-base para fevereiro


Com a mobilização da categoria desde o ano passado e um bom diálogo com a Administração do TJSC, foi possível fechar acordo da data-base. A reunião de definição foi realizada hoje (22/01). O SINJUSC, com a mobilização da categoria, foi o único sindicato entre os estaduais do judiciário que conquistou a data-base 2020.

O índice de 2,4% será incorporado no próximo mês e a retroatividade começa em março. Confira o calendário:

Fevereiro: incorporação dos 2,4%.
Março: retroativo de maio, junho e julho de 2020.
Abril: retroativo de agosto, setembro e outubro de 2020.
Maio: retroativo de novembro e dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Ainda, foi estabelecida uma mesa permanente da data-base para seguir dialogando sobre questões financeiras e orçamentárias de 2021. Afinal, em maio já temos outra data-base.

Além disso, esclareceu-se a questão do auxílio-saúde, cujo pagamento se dará em fevereiro.

Especificamente sobre isso, recomendamos que os servidores analisem a RESOLUÇÃO TJ N. 20 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020 (LEIA AQUI), especificamente no Art. 2º, inciso V, e no Art. 5º, que trata sobre a forma de remuneração, para verificar se vale a pena seguir com o SC Saúde ou migrar para um plano que contempla o recebimento do auxílio-saúde. A análise deve ser feita por cada servidor, pois o valor passou a ser um percentual (de 6%).

Outros assuntos, como o caso do Segundo Assessor e da retomada das bolsas de estudos foram conversados, mas serão aprofundados em breve.

3 Comentários

  1. Fica uma dica fazer um vídeo explicativo sobre o auxílio saúde sendo analisado por um economista.
    O SC Saúde a coparticipação é 30% e a Unimed é 50%.
    É prudente que o sindicato lute pelo SC Saúde para que ele fique melhor.
    E que está resolução inclua quem possua o SC Saúde.

    • Amei sobre a data base,obrigada pela luta.👏👏👏🍀🙏quanto à plano saúde não tenho mais,muito caro.vou no sus mesmo seja o que Deus quiser.🙏🙏🙏🍀

  2. Concordo com a Mariléa. Urge o aprimoramento do SC SAÚDE, a fim de que possamos no sentir seguros com relação aos atendimentos médicos e hospitalares.
    Há profissionais que reduziram até o prazo para retorno, não dando nem para fazer os exames solicitados…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *