Com nova onda de covid-19, Órgãos públicos ampliam trabalho remoto

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Pressionados pela nova onda de Covid-19, agravada pela variante ômicron, diversos órgãos públicos suspenderam o retorno presencial e ou ampliaram o trabalho remoto, permanecendo com quadro reduzido de servidores nos locais de trabalho. Em Santa Catarina, a UFSC e o TRT-SC suspenderam as atividades presenciais. Nos outros Estados, instituições estão tomando medidas semelhantes.

No judiciário estadual, especificamente, várias administrações priorizaram o trabalho remoto: TJ-PR, TJ-AP,  TJ-TO, TJ-GO, TJ-MT e TJ-AM . Mesma medida foi preconizada pelo STF.

Todas as instituições consideraram as altas taxas de infecção e de ocupação da rede hospitalar e a tendência de forte elevação da média móvel de casos de covid-19, além do surto de gripe.

Em Santa Catarina, segundo dados atualizados esta semana pela imprensa, o número de casos ativos é maior em seis meses. De acordo com o Painel do Coronavírus, Estado conta com 20.438 pessoas que ainda podem transmitir o vírus; internações também voltaram a subir; diversos voos foram canceladas e, em vários cidades, os testes para detecção do vírus estão em falta.

No país, o cenário é preocupante também. Conforme noticia a mídia, os casos de covid no Brasil já superam pico da 1ª onda. Segundo o painel de dados do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), ontem (12/01), o país registrou 87.471 novos casos, fazendo a média móvel alcançar 52.271. A projeção é que, nos próximos dias, o número de casos supere o recorde da segunda onda.

“O crescimento de casos este ano impressiona. Dez dias antes, em 3 de janeiro, foram 11.850 novos casos registrados —alta de 737%, algo inédito para um mesmo período durante toda a pandemia”, alerta reportagem.

1,3 MILHÃO DE CASOS POR NO BRASIL|

Outras projeções indicam que o Brasil pode atingir o pico de 1,3 milhão de infectados por dia pela Covid-19 em meados de fevereiro por causa da disseminação da variante Ômicron, segundo estimativas da Universidade de Washington, publicada pela CNN. As projeções incluem não só casos positivos confirmados, mas também estimativas de quem se infectou e nem chegou a testar.

Essa nova onda promete ser um “tsunami” de casos em relação a tudo que se viu na pandemia até agora. Conforme os pesquisadores americanos, o país já deve ter hoje mais de 430 mil pessoas se infectando todos os dias. Só esse número já é superior aos 370 mil registrados no pico anterior em março do ano passado. Se as projeções se confirmarem, teremos quase quatro vezes mais casos do que o país conhecia como o ápice da doença.

TJSC DEVE SUSPENDE TRABALHO PRESENCIAL|

O SINJUSC reforça sua atuação em defesa da saúde dos servidores e de toda a população de Santa Catarina. A pandemia ainda não acabou e novos surtos de contaminação exigem medidas rápidas de prevenção. O Tribunal de Justiça de Santa Catarina foi oficiado essa semana a suspender o trabalho presencial, a fim de conter a disseminação da nova variante do coronavírus. Até o momento, o Tribunal não se pronunciou!

O SINJUSC também está em dialogo com o Fórum dos Servidores Públicos de Santa Catarina, em que buscar pressionar o governo do estado a tomar medidas efetivas de controle, o que até agora não foi feito. Estado e munícipios apostam na individualização da prevenção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *