1ª de maio marca ato em defesa da vida e vacina para todos

O 1º de maio é uma data internacional para celebrar o Dia do Trabalhador e os trabalhadores e trabalhadoras do judiciário e demais usaram essa data para reivindicar garantia por seus direitos adquiridos.

Com repercussão nacional e uma enorme faixa estendida em meio à mobilização que trazia escrito “Nem fome, nem vírus”, na manhã deste último sábado – (01/05), em frente à Catedral Metropolitana de Florianópolis as reivindicações do ato eram auxílio emergencial de R$600, prioridade para a campanha de vacinação e a posição contrária ao projeto de Reforma Administrativa, pauta amplamente discutida.

Com cruzes brancas nas mãos, simbolizando as vítimas mortas pela pandemia do Covid-19 servidores e servidoras de diversas categorias participaram do ato de protesto, que iniciou às 10h.

O SINJUSC reforça que todas as medidas de segurança foram adotada pelos presentes. Segundo dados do site do Governo de SC – foram registrados desde o início da pandemia até hoje(03/05) 11.324 mortes. O SINJUSC reivindica a aceleração da vacina e que ela seja para todos. Para reforçar o movimento a Direção lançou recentemente a campanha “Vacina Já”, que preconiza a vacina em massa, a defesa do SUS e a importância das vidas acima dos lucros, levando em consideração que Santa Catarina teve recorde de arrecadação no ano de 2020, mas segue com ações ineficazes no combate à pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *