Sindicais
Contra o ataque ao SC Saúde, proteste na Alesc para derrubar a MP 214
06/10/2017

A reação indignada dos trabalhadores públicos que têm o SC Saúde, e entre eles os trabalhadores do Poder Judiciário, pode sepultar a Medida Provisória (MP) 214/2017. Essa MP autoriza o governador Raimundo Colombo a diminuir de 4,5% para 0,5% a contribuição do Governo para o plano de saúde entre julho e dezembro de 2017. Perto de R$ 100 milhões nunca mais serão devolvidos para o SC Saúde.

A luta para enterrar a MP deve ser travada junto aos deputados estaduais. Eles devem ser convencidos que o governador retira recursos do plano de saúde dos trabalhadores, com a desculpa de aplicar na saúde pública, mas deixa de cobrar impostos de empresas privadas, entre outros. Somente em 2017, Santa Catarina deixará de arrecadar R$ 5,57 bilhões por conta da renúncia fiscal.

Na próxima quarta-feira, a Medida Provisória deve entrar na pauta para o debate na Comissão de Finanças e Tributação da Alesc. A direção do SINJUSC convoca para que todos participem da reunião da Comissão, a partir das 9 horas, com faixas e cartazes pela derrubada da MP 214.

Veja aqui algumas outras matérias sobre a Medida Provisória 214

Pressão da categoria faz deputados recuarem; PL 14 e MP 214 saem da pauta

SINJUSC convoca todos para lutarem por seus direitos nesta semana na ALESC

A luta agora é impedir o avanço da MP 214

Sindicatos ampliam luta para impedir aprovação da MP do SC Saúde

 

[ Mais sobre Sindicais ]

0800 701 1690

Avenida Mauro Ramos, nº 448, Centro - Florianópolis

SC - CEP 88.020-300