Sindicais
Trabalhadores do TJSC: 1º lugar em produtividade, mas 14º em salário
06/09/2017

A remuneração mensal dos trabalhadores do TJSC não reflete o alto índice de produtividade da categoria. Embora os trabalhadores estejam em 1º lugar no ranking dos mais produtivos (entre os tribunais estaduais de médio porte), em remuneração, estão em 14º lugar entre os 27 Tribunais Estaduais.

Os dados estão no Justiça em Números 2017, divulgado nesta semana pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O relatório também apontou aumento de 38,6% na carga de trabalho no 1º grau. Saltando de 726 processos por trabalhador, em 2015, para 1006, em 2016. A crescente ficou em 1º lugar na média estadual e 2º na nacional.

PCS já!
Os dados do relatório reforçam a necessidade em reivindicar mais #Valorização e #Respeito. Uma luta contínua da categoria e do SINJUSC é a aprovação do Plano de Cargos e Salários. Os trabalhadores produzem muito e têm carga de trabalho cada vez maior, segundo o CNJ. A parte da categoria sempre foi feita e agora é ilustrada com nada menos que a liderança nacional em eficiência. A recompensa do Tribunal deve ser equivalente.

Força de Trabalho
O Judiciário brasileiro possui uma Força de Trabalho total de 442,365 mil pessoas, sendo 18,011 mil magistrados (juízes, desembargadores e ministros), 279,013 servidores e 145,321 mil auxiliares (terceirizados, estagiários, juízes leigos e conciliadores). Eles atuam em 90 tribunais, disseminados em 16.053 unidades judiciárias de primeiro grau instaladas no País.

[ Mais sobre Sindicais ]

0800 701 1690

Avenida Mauro Ramos, nº 448, Centro - Florianópolis

SC - CEP 88.020-300